21/09/2011

O desespero do Facebook

(Imagem que eu peguei da internet porque eu sou um PEGADOR de imagens da internet)

O Facebook é um sucesso! Isso é incontestável. Mas até quando?

Constantemente é possível ver alguma notícia relacionada ao Facebook dizendo que foi adicionado uma porra de "joguinho" ou que agora o Facebook "faz isso e aquilo"... No geral, só bobagens, ou seja, são adicionadas à rede somente coisas para encher linguiça, nada que realmente valha a pena, nenhuma novidade que preste. Puta que pariu. Como se eles quisessem passar a imagem "legal" para os seus usuários de que o Facebook está sempre atualizado com novidades. Novidades estas, inúteis, na maioria das vezes.

O Facebook é uma rede social (dãã), adicionar funcionalidades a ela não é nenhum problema, mas é como se eles quisessem que o mesmo fosse algo além do que é possível ser. Eu penso que, ao fazer o que eles estão fazendo, adicionando tanta porcaria, vai ocasionar em uma "favela de aplicativos e funcionalidades imprestáveis".

Tudo na vida tem um prazo de validade e o Facebook também tem o seu. Logo irá surgir uma novidade mais interessante e este irá perder espaço, assim como aconteceu com o Orkut, por exemplo. Talvez, ao ficar adicionando tantas "novas" funcionalidades à rede, eles estejam tentando prolongar o tempo de vida do Facebook. Mas eu penso o seguinte: "o fim está próximo".

Talvez fosse melhor que eles deixassem o Facebook desempenhar apenas e tão somente seu papel de rede social, sem inventar demais.


Que venha o Google+! E que não ME decepcione.

» Receba nossas atualizações por e-mail:

Talvez você se interesse por algum outro artigo abaixo:

3 comentários:

Lucca disse...

tentei o facebook mas não dá acho a maior viadagem isso de curtir as coisas,detesto que me ofereçam amizades e o pior aquele entulho de aplicativos.
só twitter e por enquanto.@luccarreis

Rodrigo disse...

É horrive rapz

Anônimo disse...

Concordo que tudo tem um fim. O Orkut é a prova disso. Mas o do Facebook não está próximo, pelo contrário.
A única maneira disso acontecer é copiar o Facebook. A prova é o Google+ que tentou fazer a mesma coisa diferente e ainda não emplacou.
O Facebook ainda reinará por muito tempo, FATO.
Quanto aos aplicativos, basta não permitir que eles não pegam suas informações e ao mesmo tempo ignore os pedidos dos "amigos". Simples assim, como quem explica bala para criança...

Postar um comentário